07:15 17 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Foto tirada das Colinas de Golã anexadas por Israel perto da fronteira de Quneitra com Israel mostra fumaça saindo de edifícios em território sírio depois dos combates entre as forças leais ao presidente sírio Bashar Assad e combatentes rebeldes, 21 de outubro de 2014

    Legislador iraniano: libertação das Colinas de Golã é possível com 'esforço dos sírios'

    © AFP 2018 / Jalaa Marey
    Oriente Médio e África
    URL curta
    5163

    Na sexta-feira (27), a bandeira da Síria foi erguida na praça central da cidade de Quneitra, capital da província do mesmo nome situada nas Colinas de Golã, no sul do país.

    Hossein Amir-Abdollahian, diretor-geral parlamentar iraniano para assuntos internacionais, parabenizou no domingo (29) o povo da Síria pela vitória sobre os militantes na cidade de Quneitra e expressou sua convicção de que as Colinas de Golã ocupadas por Israel também poderiam ser libertadas com o "esforço dos sírios".

    "Parabéns ao povo, às forças armadas e ao presidente da Síria pela libertação da cidade de Quneitra das garras dos terroristas da Frente al-Nusra [organização terrorista proibida na Rússia]. A vitória significa que a libertação das Colinas de Golã ocupadas também é possível com o esforço dos sírios", afirmou o legislador citado pela agência de notícias dos estudantes iranianos ISNA.

    As tensões em torno das estratégicas Colinas de Golã se intensificaram nas últimas semanas em consequência dos esforços dos militares sírios para libertar o sul do país dos grupos de militantes.

    Israel ocupou as Colinas de Golã durante a Guerra dos Seis Dias com a Síria em 1967 e anexou o território em 1981. No entanto, a comunidade internacional nunca reconheceu a medida, fato que agravou ainda mais as relações entre Israel e a Síria.

    Mais:

    General: últimos ataques contra Síria foram devidos ao sucesso das forças governamentais
    Hezbollah: terroristas por trás dos ataques no sul da Síria recebem 'assistência' dos EUA
    Forças Armadas da Rússia agradecem Israel por atacar Daesh na Síria
    Tags:
    vitória, militantes, Frente al-Nusra, Hossein Amir-Abdollahian, Quneitra, Colinas de Golã, Síria, Israel
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik