04:57 16 Agosto 2018
Ouvir Rádio
    Bandeiras da Rússia e da Síria no convés do porta-aviões russo Admiral Kuznetsov no Mediterrâneo

    Assad: presença russa na Síria promove equilíbrio político mundial

    © Sputnik / Serviço de Imprensa da Frota do Norte/Andrey Luzik/USO EDITORIAL
    Oriente Médio e África
    URL curta
    7140

    A presença dos militares russos na Síria será necessária até que o equilíbrio de forças na região se altere e a situação política no mundo se normalize, declarou o presidente do país árabe, Bashar Assad.

    "A Rússia não é um país pequeno, é uma grande potência. Por isso tem uma obrigação perante o mundo inteiro e tem uma responsabilidade pelo mundo inteiro. Parte dessa responsabilidade consiste na presença política e militar em várias regiões, quando for necessário", disse Asad à mídia russa.

    O presidente sírio Bashar Assad durante um discurso em frente dos diplomatas, em 20 de agosto de 2017
    © AP Photo / Página do Facebook da Presidência da Síria
    Por isso, ressaltou, o presidente, "as Forças Armadas russas são importantes para o equilíbrio em nossa região, pelo menos no Oriente Médio, até que o equilíbrio político no mundo se altere".

    Assad comparou a situação atual em seu país com a da Frente Oriental da Segunda Guerra Mundial. Cercado por parentes de militares russos que morreram lutando contra os jihadistas na Síria, o presidente sírio disse que as ações bárbaras dos nazistas eram comparáveis ​​às dos terroristas de hoje.

    Mais:

    Hezbollah: terroristas por trás dos ataques no sul da Síria recebem 'assistência' dos EUA
    Forças Armadas da Rússia agradecem Israel por atacar Daesh na Síria
    Experiência da reconstrução soviética após II Guerra Mundial pode ser usada na Síria
    Por que Israel evacuou Capacetes Brancos da Síria?
    Coalizão liderada pelos EUA ataca civis no leste da Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik