04:59 19 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Departamento do Tesouro dos EUA em Washington

    EUA aplicam sanções contra 5 entidades ligadas ao suposto programa de armas químicas sírio

    © AP Photo / Jacquelyn Martin
    Oriente Médio e África
    URL curta
    303

    Os EUA aplicaram nesta quarta-feira (25) sanções contra 5 entidades ligadas ao suposto programa de armas químicas sírio.

    Anteriormente, o governo sírio negou veementemente as alegações de posse de armas químicas.

    Os Estados Unidos impuseram sanções a cinco entidades e oito pessoas recentemente colocadas na lista negra pela França por supostamente ajudar a adquirir produtos eletrônicos para uma agência na Síria que desenvolve armas químicas..

    "Essas cinco entidades e oito indivíduos são componentes-chave de uma vasta rede de aquisição de produtos eletrônicos em nome do Centro de Estudos e Pesquisas Científicas da Síria, a agência responsável pelo desenvolvimento das armas químicas da Síria", diz o comunicado do Departamento de Controle de Ativos Estrangeiros do Departamento do Tesouro dos EUA, em coordenação com a França.

    Em 14 de abril, os EUA, Reino Unido e França bombardearam várias estruturas governamentais sírias que, segundo eles, eram usadas para produção das armas químicas. O presidente russo, Vladimir Putin, classificou os ataques como agressão contra um Estado soberano. Entretanto, nem os especialistas militares russos, nem os habitantes locais confirmaram ter havido qualquer incidente químico, o que teria servido de pretexto para os ataques.

    Mais:

    Rússia: armas químicas na Síria são produzidas por terroristas com equipamento europeu
    EUA retomam destruição de mais de 780 mil armas químicas ultrapassadas
    Putin: coalizão internacional atacou Síria para impedir investigação sobre armas químicas
    Ucrânia acusa Rússia de desenvolver armas químicas para 'guerra híbrida'
    Tags:
    sanções, armas químicas, EUA, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik