17:05 21 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Bandeira de Israel em Jerusalém

    Controversa lei de Israel consolida a 'segregação racial', diz Egito

    © Sputnik / Kristina Afanasieva
    Oriente Médio e África
    URL curta
    1061

    O Egito expressou preocupação com a nova legislação aprovada por Israel que define o país como um "Estado para a nação judaica".

    Comunicado do Ministério das Relações Internacionais do Egito afirmou que a nova lei "consolida a noção de ocupação e segregação racial e mina as chances de alcançar a paz".

    A chancelaria egípcia diz que a lei também pode afetar o "direito de retorno" dos refugiados palestinos deslocados desde 1948. O documento insta a comunidade internacional a manter os direitos históricos e legais dos palestinos e pressionar pela retomada as negociações e promover os esforços de paz em apoio a dois refugiados e a solução de dois Estados.

    O Egito foi o primeiro país árabe a ter um acordo de paz com Israel, em 1979.

    Mais:

    Relatos: Israel pretende atacar instalações militares iranianas no Iraque
    Israel e Hamas divulgam cessar-fogo na Faixa de Gaza
    Força Aérea de Israel realiza ataque de larga escala sobre posições palestinas em Gaza
    Israel ameaça Gaza com 'operação militar grande e dolorosa'
    Manifestantes protestam após Israel barrar permissão a 'barrigas de aluguel' para LGBTs
    Tags:
    Egito, Israel
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik