15:36 19 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Soldados israelenses nas Colinas de Golã, perto da fronteira com a Síria, foto de arquivo

    Israel estaria se preparando para ofensiva de grande escala em Gaza

    © REUTERS / Ronen Zvulun
    Oriente Médio e África
    URL curta
    445

    As autoridades de Israel teriam dado ao exército as instruções de se preparar para uma ofensiva militar na Faixa de Gaza se o Hamas não parar de lançar balões incendiários ao território israelense a partir do enclave palestino, informa The Times of Israel.

    Segundo o canal Channel 10, citado pelo jornal, Israel deu ao Hamas até sexta-feira (20) para acabar com o lançamento de balões incendiários. Se o movimento terrorista não cumprir a demanda, Israel pode decidir que não há outra opção, senão iniciar uma operação militar de grande escala.

    Jerusalém deu o recado diretamente ao Hamas por meio dos serviços de inteligência egípcios, de acordo com o canal Channel 10. Também segundo os relatos, o movimento respondeu que suas forças trabalharão para deter os ataques até sexta-feira.

    No domingo (15), a 162ª Divisão Armada de Israel lançou exercícios militares simulando um ataque à Faixa de Gaza. Enquanto os militares israelenses afirma que a manobra havia sido planejada e não está ligada aos eventos atuais, alguns viram os exercícios como uma ameaça indireta ao Hamas.

    Na terça-feira (17), o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, visitou a Divisão de Gaza das Forças de Defesa de Israel e afirmou que o país já está em meio a "uma campanha militar".

    "Estamos em uma campanha militar em que houve trocas de golpes. Estou preparado para dizer que as Forças de Defesa de Israel estão prontas para qualquer cenário", disse Netanyahu.

    Os relatos surgem logo após que o parlamento israelense, o Knesset, despojou o primeiro-ministro e o ministro da Defesa do país o direito de declarar guerra sem autorização do Gabinete de Segurança — um corpo de vários funcionários, que inclui os ministros das Relações Exteriores e Finanças.

    Nos último meses, Israel tem sofrido numerosos ataques com pipas, balões e outros objetos funcionando como bombas incendiárias. Segundo The Times of Israel, as tensões entre Tel Aviv e Faixa de Gaza atingiram seu ápice desde 2014.

    Mais:

    Israel está determinado a impedir transformação da Síria em 'novo Líbano', diz politólogo
    Como Israel pretende proteger seu novo aeroporto?
    Tags:
    ofensiva, operação militar, Forças de Defesa de Israel (FDI), Hamas, Benjamin Netanyahu, Palestina, Faixa de Gaza, Israel
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar