14:12 18 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Polociais da Tunísia guardam a entrada do Museu Nacional do Bardo, em Túnis, em 19 de março de 2015

    Policiais são mortos perto da fronteira da Tunísia com a Argélia

    © REUTERS / Anis Mili
    Oriente Médio e África
    URL curta
    210

    Ao menos nove policiais foram mortos neste domingo em um ataque terrorista no noroeste da Tunísia, perto da fronteira com a Argélia, segundo informou a agência TAP.

    O ataque ocorreu na cidade de Ghardimaou, na província de Jendouba, por volta das 11h. De acordo com fontes locais, agentes das forças de segurança realizavam um patrulha na região quando um dos veículos utilizados na operação foi alvo de uma granada. Logo após a explosão, os militantes abriram fogo contra os policiais, iniciando uma intensa troca de tiros. 

    Desde a revolução de 2011, a Tunísia vem enfrentando crescentes ameaças terroristas. Há quatro anos, as forças de segurança locais vêm conduzindo operações para deter as atividades de extremistas ligados à Al-Qaeda, sobretudo perto da fronteira com a Argélia. 

    Em 2015, o país foi abalado por dois grandes ataques, um no Museu Nacional do Bardo, em março, e outro em um resort da cidade de Sousse, em junho. Juntas, essas ações levaram à morte de mais de 60 pessoas, sendo a maioria turistas estrangeiros. 

    Mais:

    Mulheres na Tunísia se juntam pelo direito de receber a mesma herança que homens
    Por que partido islamista na Tunísia decidiu incluir um judeu na lista de candidatos?
    Confronto com militante islâmico e homem-bomba deixa dois mortos na Tunísia
    Tags:
    terrorismo, ataque, Al-Qaeda, Sousse, Jendouba, Argélia, Tunísia, Ghardimaou
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik