13:01 26 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    0010
    Nos siga no

    De acordo com uma fonte da Sputnik, a coalizão liderada pelos sauditas realizou ataques aéreos contra a sede do movimento Houthi na província de Hodeidah, no oeste do país, apesar do cessar-fogo.

    "A coalizão atacou na segunda-feira um edifício dos militantes de Ansar Allah na área de Zabid [província de Hudaydah]", disse a fonte.

    No domingo, o ministro das Relações Exteriores dos Emirados Árabes Unidos, Anwar Gargash, disse que a coalizão suspendeu a ofensiva no porto iemenita de Al-Hodeidah, de modo a promover as negociações de paz com os houthis.

    No início da semana, o enviado especial da ONU para o Iêmen, Martin Griffiths, disse que planejava iniciar negociações de paz entre o governo iemenita liderado pelo presidente Abd Rabbuh Mansur e os houthis nas próximas semanas.

    Uma operação militar em Al-Hodeidah foi lançada em junho, quando as forças do governo iemenitaapoiadas pela coalizão liderada pelos sauditas, iniciaram uma ofensiva para recapturar o porto dos houthis. A ofensiva foi criticada pela comunidade internacional pelo risco de agravar a crise humanitária no Iêmen. Al-Hodeidah aceita cerca de 80% de todas as entregas de ajuda e comerciais para o país em crise.

    Na semana passada, a imprensa informou que os houthis estavam dispostos a entregar o controle do porto iemenita às Nações Unidas, de modo a aliviar as tensões. No entanto, o movimento rebelde disse ao Sputnik em 26 de junho que a questão do controle sobre Al-Hodeidah não se enquadrava na competência da ONU, uma vez que o principal objetivo deste último era observar a situação.

    Tags:
    Iêmen, Al Hodeidah, Ansar Allah, Zabid, Hudaydah, Abd Rabbuh Mansur Hadi, Anwar Gargash, Martin Griffiths, Nações Unidas, Ministério das Relações Exteriores dos Emirados Árabes Unidos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar