07:15 15 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Refinaria de petróleo (imagem referencial)

    Irã: Caso aceite pedido de Trump para aumentar produção, Arábia Saudita deve sair da OPEP

    CC0
    Oriente Médio e África
    URL curta
    3126

    Caso aceite o pedido do presidente dos EUA, Donald Trump para aumentar a produção de petróleo para 2 milhões de barris por dia, a Arábia Saudita pode indicar a saída da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP), disse o representante iraniano, Hossein Kazempour Ardebili.

    "Deixando de lado o fato de que a Arábia Saudita não tem essa capacidade para reforçar sua produção, essa demanda poderia ser inferida como uma ordem para o reino sair da OPEP", disse Ardebili, segundo a agência de notícias Shana.

    No começo do dia, Trump escreveu no Twitter que havia falado com o rei saudita sobre a necessidade de aumentar a produção diária de petróleo para 2 milhões de barris devido à instável situação no Irã e na Venezuela. O rei Salman bin Abdulaziz Al Saud teria aceitado a proposta.

    "Acabei de falar com o rei Salman da Arábia Saudita e expliquei a ele que, por causa da turbulência no Irã e na Venezuela, estou pedindo que a Arábia Saudita aumente a produção de petróleo, talvez até 2 milhões de barris [por dia], para compensar a diferença… Preços no alto! Ele concordou!", disse o presidente.

    Ao reportar a conversa, Agência de Imprensa Saudita (SPA) não mencionou nenhum acordo sobre um aumento na produção diária de petróleo.

    Na semana passada, os países da OPEP e outros grandes produtores de petróleo que participaram do acordo de corte de Viena em 2016 concordaram em aumentar a produção para 1 milhão de barris por dia, volume de excesso de conformidade do acordo.

    Os países da OPEP e outros grandes produtores de petróleo chegaram a um acordo no final de 2016 para reduzir a produção de petróleo em 1,8 milhões de barris por dia em comparação a outubro de 2016. O acordo, que visava impulsionar os preços do combustível fóssil, foi prolongado duas vezes e deve durar até o fim deste ano.

    Tags:
    Organização dos Países Exportadores de Petróleo, Agência de Imprensa Saudita, OPEP, Hossein Kazempour Ardebili, Donald Trump, Salman bin Abdulaziz Al Saud, Estados Unidos, Venezuela, Arábia Saudita, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik