02:39 18 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Prédios destruidos após ataque aéreo da coalizão internacional liderada pelos EUA na Síria (foto de arquivo)

    Coalizão reconhece a morte de 939 civis na Síria e no Iraque

    © AFP 2018 / AHMAD ABOUD
    Oriente Médio e África
    URL curta
    302

    Os ataques da coalizão liderada pelos EUA na Síria e no Iraque desde 2014 resultaram na morte de 939 civis, segundo informou um relatório da coalizão.

    Os EUA e seus aliados desde agosto de 2014 realizam na Síria e no Iraque a operação militar "Determinação Inabalável" direcionada contra o Daesh (organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países). Na Síria a coalizão atua sem autorização das autoridades oficiais. O Ministério das Relações Exteriores da Rússia salientou que isso viola o direito internacional. 

    Em quatro anos, a coalizão realizou 29.596 ataques. 

    "Durante este período, com base em informações disponíveis, de acordo com a Força-Tarefa Conjunta Combinada (CJTF-OIR), pelo menos 939 civis foram mortos de forma não deliberada como resultado dos ataques da coalizão", diz uma informação divulgada pelo serviço de imprensa. 

    Até final de maio de 2018, o número de mortes era de 892.

    Mais:

    Desconhecidos abrem fogo contra forças da coalizão e seus aliados na Síria
    Fonte acusa coalizão americana de bombardear forças sírias
    Coalizão dos EUA bombardeia povoado na Síria causando mortes
    Tags:
    coalizão internacional, civis, Iraque, Síria, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik