19:43 17 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Militantes rebeldes da oposição síria

    Forças de oposição se juntam ao exército sírio para combater terroristas

    © REUTERS / Ammar Abdullah
    Oriente Médio e África
    URL curta
    2270

    De acordo com o Ministério da Defesa da Rússia, os rebeldes das unidades do Exército Livre da Síria (FSA, na sigla em inglês), se juntaram às forças governamentais em 11 povoados no sul do país para combater os militantes do Daesh e Frente al-Nusra (organizações terroristas proibidas na Rússia).

    O ministério revelou que, nas últimas 24 horas, dez áreas no sul da Síria passaram voluntariamente para o controle do governo sírio.

    A declaração veio um dia depois de o exército sírio e das unidades do FSA terem repelido em conjunto um ataque de mais de mil terroristas da Frente al-Nusra na zona de desescalada no sul da Síria.

    Nota-se que até ao início da noite de sábado (23), 11 povoados da zona de desescalada do sul, que estavam sob o controle do FSA, passaram totalmente a ser controlados por Damasco.

    O comunicado do Ministério da Defesa russo adiciona que o Centro Russo de Reconciliação organizou o fornecimento de ajuda humanitária e de produtos de primeira necessidade aos civis das áreas libertadas no sul da Síria.

    Atualmente, o exército sírio está levando a cabo uma operação antiterrorista na zona de desescalada no sul do país, em particular nas províncias de Daraa e Quneitra.

    Mais:

    Soldados russos completam desminagem de várias áreas no sudoeste da Síria
    Ataques aéreos iraquianos contra o Daesh matam 45 terroristas
    Ataque da Frente al-Nusra contra unidades do exército sírio causa várias mortes
    Tags:
    operação, oposição, Exército Livre da Síria, Centro Russo de Reconciliação, Ministério da Defesa (Rússia), Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik