12:45 23 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Príncipe herdeiro da Arábia Saudita Mohammad Bin Salman Al-Saud (L) e primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu em fotomontagem.

    Mídia: Premiê israelense realiza reunião secreta com príncipe da Arábia Saudita

    © Sputnik / Alexei Druzhinin/Mikhael Klimentyev
    Oriente Médio e África
    URL curta
    6510

    Segundo o jornal israelense Maariv, o príncipe herdeiro da Arábia Saudita, Mohammed bin Salman, e o premiê israelense, Benjamin Netanyahu, realizaram conversas secretas na capital jordaniana de Amã.

    As negociações foram mantidas à margem de uma visita a Amã do assessor especial da Casa Branca, Jared Kushner, e do enviado dos EUA ao Oriente Médio, Jason Greenblatt.

    Um dos analistas políticos do jornal, Jacky Hugi, foi citado pelo site de notícias Iran Front Page dizendo que "um amigo próximo" lhe falou sobre a reunião de Netanyahu e Salman, "alegando que havia contatos diretos entre as duas partes sob os auspícios do rei Abdullah II da Jordânia".

    Mais cedo, o Haaretz informou que Netanyahu se encontrou secretamente com o rei da Jordânia Abdullah II em Amã, onde discutiram os desenvolvimentos regionais e o fortalecimento dos laços econômicos bilaterais.

    Em novembro de 2017, o primeiro-ministro israelense admitiu que, apesar de não ter relações diplomáticas formais com Riade, Tel Aviv mantém "contatos" com a Arábia Saudita "mantidos em segredo geral". No mesmo mês, o chefe do Estado-Maior das Forças de Defesa de Israel, Gadi Eisenkot, revelou que estava disposto a compartilhar informações com Riade para "enfrentar o Irã".

    Mesmo rejeitando as alegações sobre o fortalecimento das relações sauditas com Tel-Aviv, o príncipe herdeiro saudita Mohammed bin Salman reconheceu o direito de Israel de existir no início deste ano. O degelo é proporcional às crescentes tensões entre o Irã, considerado uma ameaça comum pelos dois países.

    Tags:
    Haaretz, Estado-Maior das Forças de Defesa de Israel, Casa Branca, Gadi Eisenkot, Abdullah II, Mohammad bin Salman, Benjamin Netanyahu, Jason Greenblatt, Jared Kushner, Amã, Tel-Aviv, Riade, Oriente Médio, Irã, Jordânia, Arábia Saudita, Israel
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik