03:57 15 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Militantes da Frente al-Nusra (foto de arquivo)

    Ataque da Frente al-Nusra contra unidades do exército sírio causa várias mortes

    © AP Photo / Edlib News Network ENN
    Oriente Médio e África
    URL curta
    1117

    Mais de 1.000 combatentes da Frente al-Nusra (organização terrorista proibida na Rússia) atacaram as unidades do exército sírio na zona de desescalada do Sul, na região de Dama e Deir Dama, informou o Centro Russo para a Reconciliação na Síria do Ministério da Defesa russo.

    "Na noite para 23 de junho, mais de 1.000 combatentes do grupo terrorista Frente al-Nusra atracaram as posições das unidades da nona divisão de tanques do Exército Árabe Sírio perto das povoações de Dama e Deir Dama [nordeste da zona de desescalada do Sul]. Agora os militares sírios estão conduzindo combates defensivos. As perdas das forças governamentais constituem cinco mortos e 19 feridos. Além disso, foram alvejados moradores dessas povoações", informa o comunicado do centro.

    Sublinha-se que os comandantes operacionais das formações locais do Exército Livre da Síria, que na véspera acordaram passar para o lado do governo legitimo, pediram, através do Centro Russo para a Reconciliação, ajuda ao comando das tropas sírias para repelir ataques da Frente al-Nusra.

    Durante os combates defensivos, o exército sírio, junto com as unidades do Exército Livre da Síria, conseguiu parar parcialmente a ofensiva do inimigo. No momento eles estão adotando as medidas necessárias para proteger os civis.

    Anteriormente, o Centro Russo para a Reconciliação na Síria informou que o primeiro grande agrupamento de combatentes do Exército Livre da Síria – grupo armado ilegal e um dos principais grupos da oposição – passou para o lado do governo na zona de desescalada do Sul. O líder dos combatentes afirmou que o agrupamento vai combater, juntamente com o exército sírio, o Daesh e a Frente al-Nusra (organizações terroristas proibida na Rússia).

    Desde março de 2011, a Síria está mergulhada em uma guerra civil, na qual as tropas do governo são confrontadas por grupos armados de oposição e organizações terroristas como o Daesh e a Frente al-Nusra.

    Mais:

    Rússia denuncia uso de gás cloro em Ghouta Oriental pela Frente al-Nusra
    Rússia não tem provas de coalizão dos EUA ter como alvo Frente al-Nusra, diz Lavrov
    Ministério da Defesa russo: Frente al-Nusra é o principal desestabilizador na Síria
    Tags:
    vítimas, ataque, terroristas, Daesh, Frente al-Nusra, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik