06:01 14 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Navio petroleiro

    Destruído pela guerra, Iraque planeja criar frota própria de petroleiros

    © flickr.com / rabiem22
    Oriente Médio e África
    URL curta
    322

    Segundo maior produtor da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP), o Iraque tomou medidas para vender seu petróleo bruto em uma base de entrega após procurar construir sua própria frota de petroleiros.

    Atualmente, a maior parte do petróleo bruto e dos produtos petrolíferos do Iraque são vendidos numa base denominada 'free on board', na qual o vendedor paga pelo transporte das mercadorias até ao porto de embarque, mais os custos de carregamento.

    Com uma frota de petroleiros própria, o Iraque poderia vender petróleo bruto em uma base entregue e gerenciar o transporte do petróleo para os clientes. Outros produtores de petróleo do Golfo vendem seu petróleo em uma base ex-navio — o que exige que o vendedor entregue mercadorias a um cliente em um porto de chegada acordado.

    O Iraque está agora procurando ter sua própria frota depois de décadas sem ter seus próprios navios.

    A estatal Companhia Petrolífera Iraquiana (IOTC) fechou acordos com a companhia de navegação iraquiana Al-Iraqia Shipping Services & Oil Trading (AISSOT) para ajudar a construir a frota e treinar funcionários, disse o gerente geral da IOTC, Hussein Allawi, ao site especializado Platts na última quinta-feira.

    A AISSOT é uma joint venture criada pela IOTC e pela AMPTC (Companhia Árabe de Transporte Marítimo de Petróleo) para atender às crescentes necessidades do governo e da indústria no Iraque.

    Além disso, a AISSOT é obrigada a investir na criação de infraestrutura estratégica de classe mundial para petróleo e gás, logística de transporte e operações comerciais, de acordo com seu website.

    "Eles [AISSOT] estão promovendo suas exportações de petróleo bruto e volume de transporte próprio, para que mais sejam manuseados por seu braço nacional de transporte", disse um executivo de um refinador do norte da Ásia, comentando os esforços iraquianos para gerenciar sua própria frota e exportações.

    De acordo com o executivo, a companhia iraquiana planeja comprar navios-tanque de segunda mão e encomendar novas construções, possivelmente comprando até 40-50 grandes transportadores de petróleo bruto (VLCCs). Atualmente, a AISSOT possui dois VLCCs, disseram fontes da empresa à publicação.

    Mais:

    Chegando ao Iraque, chefe do Pentágono diz: 'Não foi pelo vosso petróleo'
    Exército do Iraque recupera mais de 50 poços de petróleo das mãos do Daesh
    Rússia e Iraque planejam aumentar cooperação no setor de petróleo e gás
    Tags:
    investimento, petroleiros, petróleo, OPEP, Golfo Pérsico, Iraque
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik