07:21 20 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Técnico iraniano em instalação de enriquecimento de urânio

    Irã aumentará enriquecimento de urânio, diz Teerã

    © AP Photo / Vahid Salemi, File
    Oriente Médio e África
    URL curta
    5122

    O Irã aumentará suas capacidades de enriquecimento de urânio ainda dentro do Plano Conjunto de Ação Integral (JCPOA), afirmou nesta terça-feira (5) o Dr. Ali Akbar Salehi, chefe da Organização de Energia Atômica do Irã (AEOI).

    Na segunda-feira (4), o líder supremo do Irã, aiatolá Ali Khamenei, ordenou que a AEOI iniciasse imediatamente os preparativos para a obtenção alcançar a capacidade enriquecimento de urânio na casa de 190 mil unidades de trabalho separadas (SWU, na sigla em inglês).

    "Não estamos envolvidos em nada que contrarie o JCPOA, eu não disse que começaremos a produção de novas centrífugas a partir de amanhã. Dissemos que vamos preparar a infraestrutura necessária para produzir as centrífugas", disse Salehi, conforme citado pela emissora da IRIB.

    Salehi confirmou que o Irã havia notificado a Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA, en inglês) acerca da intenção do país de aumentar suas capacidades de enriquecimento de urânio, e acrescentou que levaria até dois anos para o Irã chagra a uma capacidade de 190 mil SWUs.

    Assinado em 2015, o JCPOA, conhecido como acordo nuclear iraniano, está em vigor desde janeiro de 2016. O acordo aponta a diminuição paulatina das sanções econômicas e diplomáticas impostas ao Irã pelo Ocidente em troca de Teerã garantir a natureza pacífica de seu programa nuclear.

    No início de maio, o presidente dos EUA, Donald Trump, anunciou que os Estados Unidos sairiam do acordo, impondo novamente as sanções dos EUA a Teerã e aumentando a tensão entre os países e no Oriente Médio.

    Mais:

    Análise: coalizão dos EUA contra Irã não levará a nada, tal como contra Daesh
    Netanyahu: Irã quer arsenal nuclear para destruir Israel
    Analista explica como sanções dos EUA ao Irã ajudam os negócios da Rússia
    Desamparados? OTAN diz que não ajudará Israel caso Irã ataque
    Chanceler do Irã: 'Israel exagera escala da presença militar iraniana na Síria'
    Tags:
    acordo nuclear, JCPOA, IRIB, Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), Ali Akbar Salehi, Donald Trump, Aiatolá Ali Khamenei, Teerã, Estados Unidos, EUA, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik