15:50 24 Junho 2018
Ouvir Rádio
    Secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, à direita, em encontro com o ministro de Relações Exteriores dos Emirados Árabes Unidos, Sheikh Abdullah bin Zayed Al Nahyan. O encontro foi realidado no Departamento de Estado, em Washington, no dia 14 de maio de 2018.

    'Alô, é o Tio Sam?': Emirados Árabes pedem que EUA ajudem a tomar cidade no Iêmen

    © AP Photo / Manuel Balce Ceneta
    Oriente Médio e África
    URL curta
    0 39

    Os Emirados Árabes Unidos (EAU) pediram aos Estados Unidos que forneçam apoio militar direto para uma operação destinada a tomar a cidade portuária de Al Hudaydah, no Iêmen, controlada pelos rebeldes xiitas.

    Os EAU e a Arábia Saudita também disseram aos Estados Unidos que não tentariam tomar a cidade até que houvesse uma interferência dos EUA, informou o Wall Street Journal citando autoridades dos EUA.

    O secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, solicitou uma rápida avaliação do pedido dos Emirados Árabes Unidos.

    "Continuamos a ter muitas preocupações sobre a operação de Al Hudaydah […]. Não estamos 100% confortáveis de que, mesmo que a coalizão lançasse um ataque, se seriam capazes de fazê-lo de maneira limpa e evitar um incidente catastrófico", disse um veterano não identificado dos EUA ao The Wall Street Journal.

    Desde 2015, o Iêmen está envolvido em um conflito armado entre o governo liderado pelo presidente Abd Rabbuh Mansur Hadi e o movimento Houthi, também conhecido como Ansar Allah. 

    Liderada pela Arábia Saudita, umaa coalizão de países do Golfo Pérsico, incluindo Emirados Árabes Unidos, vem realizando ataques aéreos contra os Houthis a pedido de Hadi, desde março de 2015.

    Mais:

    4 mil pessoas estão na corrida para se tornarem primeiros astronautas dos Emirados Árabes
    Caças do Qatar interceptam aeronave civil dos Emirados Árabes Unidos
    Ucrânia terá colocado nas mãos dos houthis armas usadas contra Emirados Árabes Unidos?
    'Ponte entre civilizações': Emirados Árabes Unidos inauguram sua versão do Museu do Louvre
    Ex-primeiro-ministro do Egito é preso nos Emirados Árabes e deportado
    Tags:
    Guerra do Iêmen, The Wall Street Journal, Mike Pompeo, Al Hudaydah, EUA, Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik