08:19 24 Junho 2018
Ouvir Rádio
    Os sistemas S-400

    Arábia Saudita teria ameaçado Qatar com 'ação militar' por causa de mísseis russos S-400

    © Sputnik / Alexander Vilf
    Oriente Médio e África
    URL curta
    8329

    O jornal francês Le Monde avisou que Riad pode tentar fazer fracassar uma possível venda de mísseis S-400 russos ao Qatar por razões de segurança do espaço aéreo saudita.

    O rei da Arábia Saudita teria escrito uma carta ao presidente francês, Emmanuel Macron, pedindo-lhe para ajudar a prevenir a venda do sistema antiaéreo russo S-400 e avisado que, caso contrário, Riad poderia recorrer a medidas drásticas, informa o Le Monde.

    De acordo com o diário, que conseguiu obter a carta de uma fonte francesa próxima da situação, o rei Salman expressou uma "profunda preocupação" pelas negociações em curso entre Doha e Moscou, assinalando que o posicionamento de sistemas antiaéreos S-400 no Qatar pode ameaçar a segurança do espaço aéreo saudita.

    Neste caso, a carta avisa supostamente que "o reino estará pronto para tomar as medidas necessárias para eliminar o sistema de defesa, incluindo ações militares".

    Segundo o Le Monde, o rei termina sua carta pedindo ao presidente Macron para prevenir o acordo sobre os S-400 e preservar a estabilidade na região.

    A Arábia Saudita também firmou um acordo com a Rússia sobre a compra desses mísseis e o embaixador saudita na Rússia, Rayed Krimly, disse à Sputnik que atualmente Riad está trabalhando sobre "os detalhes técnicos do acordo".

    Em dezembro de 2017, o embaixador qatarense na Rússia, Fahad bin Mohammed al-Attiyah, revelou em uma entrevista à Sputnik que Doha estava realizando negociações com Moscou sobre a compra de sistemas antiaéreos russos, em especial S-400 Triumph e Pantsir-S1.

    No entanto, o estado atual destas negociações continua desconhecido e não está claro quando os S-400 poderão de fato ser posicionados no Qatar.

    Mais:

    Turquia esclarece que 'satisfará necessidades em outro lugar' se EUA não venderem F-35
    Mídia revela detalhes do acordo sobre venda de S-400 russos para Índia
    Este país pode se tornar palco de guerra entre Israel, Arábia Saudita e Irã
    Tags:
    defesa antiaérea, mísseis, S-400, Rei Salman, Emmanuel Macron, Rússia, Qatar, Arábia Saudita
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik