15:38 24 Junho 2018
Ouvir Rádio
    Militantes do Talibã no Afeganistão, em 13 de outubro de 2015

    Afeganistão: ataque dos EUA contra o Talibã deixou ao menos 50 mortos

    © AFP 2018 / Stringer
    Oriente Médio e África
    URL curta
    355

    Um oficial das Forças Armadas dos Estados Unidos disse nesta terça-feira que o ataque americano realizado contra líderes do Talibã no sul do Afeganistão na última semana deixou ao menos 50 mortos.

    De acordo com o tenente-coronel Martin O'Donnell, citado pela Associated Press, o impacto desse bombardeio será sentido além da província de Helmand, onde quatro foguetes de artilharia destruíram uma posição de comando e controle. 

    O ataque em questão ocorreu na última quinta-feira, 24, mas as primeiras informações sobre ele não apresentaram um número estimado de mortos. 

    "A Força-Tarefa Southwest, sob as autoridades das Forças dos EUA no Afeganistão (USFOR-A), confirmou que um ataque de foguete terrestre foi conduzido contra um nodo de comando e controle para líderes de alto nível do Talibã no distrito de Musa Qala, em Helmand, na quinta-feira."

    Segundo O'Donnell, o alvo dessa missão foi um importante grupo de comandantes do Talibã que estava reunido no distrito de Musa Qala. Para ele, tal ataque foi um exemplo de como os militares dos EUA estão usando autoridades expandidas garantidas em parte pela nova estratégia regional da administração Donald Trump para o Afeganistão, que dá a eles um papel mais efetivo nos combates. 

    Mais:

    8 pessoas morrem em explosões no leste do Afeganistão
    Drones dos EUA bombardeiam alvos do Talibã no Afeganistão (VÍDEO)
    Daesh reivindica autoria de ataque no Afeganistão
    Tags:
    Associated Press, Martin O'Donnell, Helmand, Musa Qala, Afeganistão, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik