04:36 20 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Tanque israelense dispara contra a Faixa de Gaza (foto de arquivo)

    Ataque do Exército de Israel contra alvos do Hamas em Gaza provoca 2 mortos

    © AP Photo / Baz Ratner
    Oriente Médio e África
    URL curta
    325

    Poucas horas depois de um ataque aéreo contra unidades armadas palestinas no sul da Faixa de Gaza, na manhã de domingo (27), os tanques israelenses atingiram um alvo do Hamas perto de Khan Yunis, no sul da Faixa de Gaza.

    Como resultado, dois moradores de Gaza foram mortos durante o ataque, segundo informou o Ministério da Saúde da Palestina.

    As Forças de Defesa de Israel (IDF) confirmaram a agressão através do Twitter, dizendo que um de seus tanques teve como alvo um posto de observação militar no sul da Faixa de Gaza em resposta à descoberta de um dispositivo explosivo instalado perto da cerca de segurança um dia antes e que explodiu quando foi desmontado.

    "​Hoje de manhã, as IDF detonaram um explosivo que fora implantado ontem perto da cerca de segurança no sul da Faixa de Gaza com a intenção de ferir os soldados israelenses que estavam presentes na área. O explosivo deflagrou durante o procedimento de desativação"

    ​"Não há informação sobre o estado dos soldados das IDF"

    A informação chegou algumas horas depois de a Força Aérea de Israel ter atacado unidades armadas palestinas no sul da Faixa de Gaza, das Brigadas Izz ad-Din al-Qassam, uma ala militar do Hamas.

    "Jatos israelenses bombardearam a posição em Ayn Jalut, pertencente ao movimento de resistência no oeste de Khan Yunis, no sul da Faixa de Gaza", escreveu o movimento em sua conta no Twitter.

    Militantes do movimento Hamas
    © REUTERS / Ibraheem Abu Mustafa
    As IDF confirmaram o ataque através do Twitter, dizendo que os alvos foram atingidos em resposta ao "incidente ocorrido hoje de manhã, quando suspeitos se infiltraram em Israel e tentaram danificar a infraestrutura de segurança".

    Desde 30 de março, os palestinos têm realizado protestos em massa, conhecidos como a Grande Marcha de Retorno, perto da fronteira da Faixa de Gaza. O evento é dedicado ao Dia da Terra em comemoração dos acontecimentos de 1976, quando as tropas israelenses mataram seis árabes que protestavam contra o confisco de terras. Os manifestantes também reivindicam o direito de retorno das pessoas deslocadas durante a guerra depois da criação de Israel em 1948.

    Segundo os médicos palestinos, nestas últimas manifestações foram mortos 115 palestinos, enquanto 13.300 manifestantes ficaram feridos.

    Mais:

    Confrontação militar entre Irã e Israel: quem é mais forte?
    Autoridade Palestina critica Hamas por protestos em Gaza e recebe elogio de Israel
    Enviado da Palestina acusa Israel de ter ligações com terroristas da Frente al-Nusra
    Tags:
    mortos, feridos, explosivo, ataque, Forças de Defesa de Israel, Hamas, Palestina, Faixa de Gaza, Israel
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik