13:26 17 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Líder supremo iraniano, Ali Khamenei, discursa em reunião em Teerã, Irã, outubro de 2017

    Trump irá desaparecer da história, diz líder iraniano

    © AP Photo/ Sem credencial
    Oriente Médio e África
    URL curta
    11125

    Em sua primeira declaração depois que o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, discursou sobre a política de Washington em relação ao Irã após a saída do acordo nuclear, o líder supremo iraniano Aiatolá Ali Khamenei declarou como citado pela TV nacional que o presidente dos EUA Donald Trump "desapareceria da história".

    "Não há dúvida de que os americanos serão derrotados… desde que as autoridades iranianas desempenhem plenamente suas funções", acrescentou.

    EUA jogam de gato e rato com Irã
    © Sputnik / Vitaly Podvitsky
    Ao mesmo tempo, o chanceler iraniano, Mohammad Javad Zarif, condenou a recente ameaça de sanções anunciadas pelos Estados Unidos, descrevendo a diplomacia norte-americana como uma "farsa".

    "Pompeo e outros funcionários dos EUA estão presos em velhas ilusões… Eles são tomados como reféns por grupos corruptos", disse ele.

    Pompeo apresentou uma lista de 12 exigências ao Irã, ameaçando impor as "sanções mais fortes da história" se Teerã não cumprir.

    As demandas incluem o fornecimento do que Pompeo descreveu como "acesso irrestrito a todos os locais" do país à Agência Internacional de Energia Atômica e a interrupção do apoio a grupos como o Hezbollah, o Hamas e os rebeldes houthis no Iêmen.

    Mais:

    Chanceler do Irã critica Pompeo após ameaça de 'sanções mais pesadas da história'
    Força Aérea de Israel resiste efetivamente à agressão do Irã na região, diz Netanyahu
    EUA jogam de gato e rato com Irã
    Guarda Revolucionária do Irã: vamos dar um 'forte soco na boca' de Pompeo
    Irã: EUA não podem decidir pelo mundo inteiro
    EUA farão missão ao redor do mundo para explicar sua política com Irã
    Irã permanecerá na Síria 'enquanto houver terrorismo e o governo sírio quiser'
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik