05:58 15 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Sistema antiaéreo russo Pantsir-S

    Israel acusa Síria de lançar mais de 100 mísseis contra suas aeronaves

    © Sputnik / Mikhail Fomichev
    Oriente Médio e África
    URL curta
    26951

    O comandante da Força Aérea de Israel, Amikam Norkin, informou que as tropas de defesa antiaérea da Síria lançaram mais de 100 mísseis contra aeronaves de seus subordinados que bombardearam as instalações militares do país vizinho em 10 de maio.

    "Durante o ataque foram lançados mais de 100 mísseis 'terra-ar' contra nossas aeronaves", relatou.

    Todos os caças que participaram da maior operação da história contra as forças iranianas retornaram a suas bases em bom estado, apesar de terem sido combatidos pelo sistema de defesa antiaérea, incluindo Pantsir e Buk de fabricação russa, recentemente em poder do Exército sírio.

    Norkin relatou o lançamento de 32 mísseis contra Israel, quatro foram interceptados e os demais não chegaram à fronteira. Anteriormente, foi relatado sobre 20 mísseis.

    Em 10 de maio, o exército israelense acusou as forças al-Quds do Irã de ter lançado 20 mísseis contra suas posições nas Colinas de Golã a partir da Síria.

    Como resposta, Israel bombardeou as bases iranianas na Síria com mísseis, assim como diversas baterias de defesa aérea sírias que dispararam contra aviões israelenses ignorando o aviso para não obstruir a operação.

    Segundo o Ministério da Defesa da Rússia, Israel lançou cerca de 60 mísseis ar-terra e mais de 10 mísseis terra-terra, dos quais mais da metade foram derrubados pela defesa aérea síria.

    Damasco se dirigiu ao Conselho de Segurança da ONU depois dos últimos ataques israelenses contra seu território, mas até agora não obteve nenhuma reação.

    Mais:

    Israel se torna 1º país a atacar com caças norte-americanos F-35
    Ataques de Israel contra Síria foram uma agressão, diz embaixador sírio
    Erdogan: 'O que Israel fez foi brutalidade, atrocidade e terror de Estado'
    Tags:
    aeronaves, sistema de defesa antiaérea, mísseis, ataque, Ministério da Defesa (Rússia), Conselho de Segurança da ONU, Força Aérea de Israel, Exército da Síria, Síria, Israel
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik