13:00 23 Junho 2018
Ouvir Rádio
    A bandeira do Irã em frente do foguete Safir Omid antes do seu lançamento

    EUA farão missão ao redor do mundo para explicar sua política com Irã

    © AFP 2018 / STR / Vahidreza Alai
    Oriente Médio e África
    URL curta
    8013

    Os Estados Unidos consideram que todos os países, inclusive os países da União Europeia, devem se juntar às novas potenciais sanções contra o Irã. A declaração é do secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo.

    "Isso é normal, quando é necessário sacrificar sua atividade econômica para alcançar os nossos objetivos. Os EUA sacrificam sua atividade econômica e outros países também devem fazê-lo", disse Pompeo, respondendo a repórteres. 

    De acordo com ele, os EUA enviarão nas próximas semanas equipes de especialistas a vários países para explicar em detalhes sua nova política com o Irã.

    "Nos próximos dias vamos enviar equipes de especialistas para países ao redor do mundo para melhor explicar a política da administração", disse Pompeo.

    Em 8 de maio, o presidente norte-americano, Donald Trump, anunciou a saída dos EUA do acordo nuclear com o Irã, acusando Teerã de violar os termos do documento.

    O líder norte-americano ordenou a reintrodução imediata das sanções contra o país, que abrangerão áreas de importância crítica para a economia iraniana, incluindo a energia e o setor financeiro.

    A União Europeia expressou preocupação com a decisão de Trump. A chefe da política externa da UE, Federica Mogherini, afirmou que a União Europeia pretende agir de acordo com os seus próprios interesses de segurança.

     

    Mais:

    Irã permanecerá na Síria 'enquanto houver terrorismo e o governo sírio quiser'
    Signatários do acordo nuclear do Irã se reunirão em Viena para tentar salvar tratado
    Teerã: saída de empresas da UE do Irã contradiz acordo nuclear
    Irã continuará fiel às suas promessas se UE conseguir preservar acordo iraniano
    Tags:
    Plano Abrangente de Ação Conjunta, acordo nuclear, Mike Pompeo, União Europeia, Irã, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik