05:34 28 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    673
    Nos siga no

    Damasco disse que os ataques aéreos contra supostos alvos iranianos na Síria no último dia 10 de maio foram uma agressão e que a Síria vai se defender.

    "A Síria tem sua própria soberania. Qualquer agressão externa contra o território sírio é uma agressão. Nossas forças, incluindo a defesa aérea, protegem o céu e a terra sírios. Vamos repelir qualquer agressão contra a Síria, independentemente de onde ela acontecerá", disse o embaixador do país na Rússia, Riad Haddad, a repórteres.

    Autoridades israelenses disseram repetidas vezes que Israel não permitiria que o Irã transformasse a Síria, que foi envolvida em uma guerra civil desde 2011, em sua base militar.

    Em 10 de maio, a Força Aérea de Israel atingiu dezenas de alvos iranianos na Síria depois que forças iranianas supostamente dispararam 20 foguetes contra as posições das Forças de Defesa de Israel nas Colinas de Golã, que está sob administração israelense.

    As tensões entre Tel Aviv e Teerã vêm aumentando nos últimos tempos, com Israel acusando o Irã de ter uma presença militar na Síria. Teerã refutou essas alegações, apesar de admitir o envio de assessores militares para treinar tropas leais a Damasco.

    Mais:

    Erdogan: 'O que Israel fez foi brutalidade, atrocidade e terror de Estado'
    Presidente do Irã insta nações muçulmanas a cortar laços com Israel
    Israel rechaça decisão da ONU sobre investigação internacional de massacre de palestinos
    Israel aceitará solução pacífica do conflito com uma condição, diz ministro
    Liga Árabe desenvolve plano para conter reconhecimento de Jerusalém como capital de Israel
    Tags:
    Israel, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar