10:45 14 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    A bandeira do Irã em frente do foguete Safir Omid antes do seu lançamento

    Irã continuará fiel às suas promessas se UE conseguir preservar acordo iraniano

    © AFP 2018 / STR / Vahidreza Alai
    Oriente Médio e África
    URL curta
    EUA se retiram do acordo nuclear com Irã (32)
    4120

    Se a União Europeia fracassar em preserver o acordo iraniano depois da retirada dos EUA, o Irã tem várias opções, incluindo o reinício do enriquecimento de urânio 20, declarou no sábado o chefe do programa nuclear de Teerã, Ali Akbar Salehi.

    "Se a outra parte continuar fiel às suas promessas iremos também cumprir as nossas promessas. […] A nossa política agora é esperar para ver […] por algumas semanas. Há várias possibilidades, podemos lançar o enriquecimento de urânio 20", disse aos jornalistas.

    Ontem (18), a Comissão Europeia declarou que não irá observar as sanções aplicadas ao Irã pelos EUA. Conforme a declaração emitida pela comissão, a instituição vai proteger os interesses das empresas da União que investem no Irã como parte do cumprimento do acordo nuclear iraniano.

    Em 8 de maio, o presidente norte-americano, Donald Trump, anunciou a saída dos EUA do acordo nuclear com o Irã, acusando Teerã de violar os termos do documento.

    O líder norte-americano ordenou a reintrodução imediata das sanções contra o país, que abrangerão áreas de importância crítica para a economia iraniana, incluindo a energia e o setor financeiro.

    A União Europeia expressou preocupação com a decisão de Trump. A chefe da política externa da UE, Federica Mogherini, afirmou que a União Europeia pretende agir de acordo com os seus próprios interesses de segurança.

    Tema:
    EUA se retiram do acordo nuclear com Irã (32)

    Mais:

    Presidente do Irã insta nações muçulmanas a cortar laços com Israel
    Irã diz que sanções dos EUA só fortalecerão os laços com a Rússia
    Acordo nuclear o Irã deve abranger programa de mísseis, diz premiê da Polônia
    Tags:
    enriquecimento de urânio, sanções, acordo nuclear, Ali Akbar Salehi, União Europeia, Irã, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik