15:36 12 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Ataques aéreos no Iêmen

    Pentágono realizou 17 ataques aéreos contra Al-Qaeda no Iêmen nos últimos 3 meses

    © REUTERS / Khaled Abdullah
    Oriente Médio e África
    URL curta
    112

    As forças dos EUA realizaram 17 ataques aéreos no Iêmen contra terroristas da Al-Qaeda na Península Arábica (AQAP, banida na Rússia) desde meados de fevereiro, informou o Pentágono em um comunicado à imprensa.

    "Nos últimos três meses, as forças dos EUA atacaram e alvejaram a Al-Qaeda no Iêmen através de 17 ataques aéreos contra o terrorismo em quatro províncias diferentes", afirmou o comunicado nesta quarta-feira.

    A publicação acrescentou que uma avaliação está sendo realizada depois que surgiram relatos de que houve causalidades após os ataques aéreos contra o grupo terrorista na província de al Bayda, em 29 de março.

    Outros ataques aéreos aconteceram em abril contra alvos da AQAP nas províncias de Hadramawt, Zamakh e Shabwah, que abrigaram um campo de treinamento e um posto de controle regional.

    As comunidades de inteligência e defesa dos EUA apontaram a rede terrorista AQAP como a mais capaz de realizar ataques contra os Estados Unidos, informou o comunicado.

    A rede terrorista está aproveitando a situação no Iêmen para usar o país como um refúgio seguro enquanto conduz operações para inspirar ataques terroristas contra os Estados Unidos, seus cidadãos e aliados, segundo o comunicado.

    Iêmen está mergulhado no conflito armado entre o governo liderado por Abd Rabbuh Mansur Hadi e o movimento Houthi, também conhecido como Ansar Allah. A coalizão de países do Golfo Pérsico liderada pela Arábia Saudita vem realizando ataques aéreos contra os Houthis a pedido de Hadi desde março de 2015. Múltiplas organizações de direitos humanos criticaram a coalizão por ataques indiscriminados que resultaram em baixas de civis.

    Mais:

    'EUA e Reino Unido podem parar a guerra do Iêmen hoje, mas amam dinheiro saudita'
    Exército dos EUA atua secretamente no Iêmen com grupos especiais
    Desastre humanitário no Iêmen é 'colossal, o maior do mundo', diz Zakharova
    Líderes houthis morrem em ataques aéreos da coalizão na capital do Iêmen
    Houthis anunciam assassinato de líder político em ataque liderado pelos sauditas no Iêmen
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik