04:27 23 Maio 2018
Ouvir Rádio
    Jerusalém

    Praça de Jerusalém perto da futura embaixada dos EUA será nomeada em homenagem a Trump

    CC BY-SA 2.0 / Dan
    Oriente Médio e África
    URL curta
    152

    O prefeito de Jerusalém, Nir Barkat, decidiu por o nome do atual presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, na praça localizada perto das instalações da futura embaixada dos EUA, relatou a prefeitura em comunicado oficial.

    Previamente informaram que já foram instaladas placas indicando a localização da embaixada na estrada que leva ao local.

    "O presidente Trump tomou a decisão de chamar Jerusalém de 'capital do povo hebreu', defender a verdade e tomar uma atitude correta, nomear a praça em homenagem ao presidente é para nós uma possibilidade de demonstrar amor e respeito pelo líder e pelo povo norte-americano, que estão sempre do lado de Israel", disse o funcionário, citado no comunicado.

    A praça, que será chamada de "Praça dos EUA em homenagem ao presidente Donald Trump", será inaugurada nos próximos meses na presença de diplomatas norte-americanos.

    O Departamento de Estado dos EUA anunciou que abrirá sua nova embaixada em Jerusalém no dia 14 de maio para coincidir com o 70º aniversário do Estado de Israel.

    No início de dezembro do ano passado, o presidente Donald Trump anunciou a decisão de transferir a embaixada e reconhecer Jerusalém como a capital do Estado judeu, fundado em 1948.

    Dias depois do anúncio de Trump, a Assembleia Geral das Nações Unidas adotou por ampla maioria uma resolução que declarou nula a decisão dos EUA e instou todos os países a se absterem de estabelecer missões diplomáticas naquela cidade disputada.

    Mais:

    Paraguai mudará embaixada para Jerusalém neste mês
    Trump deseja participar da inauguração da embaixada dos EUA em Jerusalém
    Trump diz que espera 'ansiosamente' pela transferência da embaixada dos EUA para Jerusalém
    Tags:
    homenagem, embaixada, Assembleia Geral da ONU, Donald Trump, Jerusalém, Israel
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik