17:17 17 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Presidente do Irã, Hassan Rouhani

    Rouhani diz que declarações sobre bomba nuclear iraniana são 'conspiração midiática'

    © REUTERS / Danish Siddiqui
    Oriente Médio e África
    URL curta
    231

    O presidente iraniano, Hassan Rouhani, classificou as declarações sobre a suposta bomba nuclear do Irã como uma "conspiração midiática". A declaração foi publicada no portal oficial da presidência iraniana.

    "Mostramos ao mundo que a preocupação com o Irã e a fobia iraniana é uma mentira e uma conspiração", disse o presidente, acrescentando que as declarações sobre as armas nucleares iranianas são nada mais do que "uma conflagração na mídia" contra a nação persa.

    Anteriormente, o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, havia declarado que os serviços secretos de seu país têm 100 mil documentos que mostram que o Irã possui uma operação militar secreta sob o nome de "projeto Amad".

    Netanyahu afirmou que o Irã mentiu sobre o fato de que nunca teve um programa militar atômico, o que violaria suas obrigações internacionais.

    O presidente do Irã considera que nos últimos anos os EUA vêm tentando limitar a "independência, força e influência regional" do país persa, algo que o povo iraniano nunca tolerará.

    Teerã e o "sexteto" de mediadores internacionais (China, EUA, França, Reino Unido, Rússia e Alemanha) assinaram, em julho de 2015, o Plano de Ação Conjunto Global, que estabelece restrições ao programa nuclear iraniano em troca do levantamento das sanções internacionais.

    O acordo proíbe que Irã acumule mais de 300 quilos de urânio enriquecido em 3,67 por cento por 15 anos e obriga a enviar o excedente desse material para outros países, em particular a Rússia.

    Mais:

    Israel promete 'eliminar' Assad se ele continuar permitindo que Irã opere da Síria
    Londres espera que Washington não abandone acordo nuclear com Irã
    Equipe de Trump contratou espiões para minar acordo nuclear do Irã, diz jornal
    China, Coreias e Irã preocupam Trump e Theresa May
    Tags:
    Plano Abrangente de Ação Conjunta, bomba atômica, programa nuclear, Hassan Rouhani, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik