01:32 21 Agosto 2018
Ouvir Rádio
    Ahsan Iqbal em foto de junho de 2017.

    Ministro do Interior do Paquistão é alvo de atentado a bala

    © REUTERS / Caren Firouz/File Photo
    Oriente Médio e África
    URL curta
    0 03

    O ministro do Interior do Paquistão, Ahsan Iqbal, foi baleado no braço em uma tentativa de assassinato antes das eleições nacionais do país neste domingo (6).

    O suspeito, que segundo a polícia é "Abid" e tem 20 anos, atirou em Iqbal a curta distância com uma pistola, acertando-o no braço direito enquanto o ministro se preparava para sair de uma reunião pública em Punjab.

    "O agressor estava prestes a disparar um segundo tiro quando a polícia e as pessoas na reunião o dominaram", disse Malik Ahmed Khan, porta-voz do governo de Punjab, acrescentando que Iqbal estava passando por uma cirurgia e que sua vida não está em risco. 

    Iqbal "foi alvo", disse seu assessor Asim Khan à AFP, acrescentando que ele estava sendo levado a um centro médico em Lahore e confirmando que o agressor foi preso.

    O atentado provocou uma rápida condenação dos partidos políticos e do primeiro-ministro — e ocorre no momento em que o Paquistão se prepara para a segunda transição democrática de poder de sua história. 

    O ataque aconteceu no momento em que o partido no poder, a Liga Muçulmana Paquistanesa Nawaz (PML-N), enfrenta problemas para garantir sua hegemonia. O líder da agremiação, Nawaz Sharif, foi deposto pela Suprema Corte sob a acusação de corrupção em 2017. 

    O primeiro-ministro Shahid Khaqan Abbasi, assim como líderes da oposição Imran Khan e Bilawal Bhutto e o poderoso chefe do Exército, general Qamar Javed Bajwa, condenaram o ataque.

    A parlamentar do PML-N Maiza Hameed disse ao jornal Geo News, do Paquistão, que o tiroteio foi uma tentativa de "enfraquecer a democracia" antes das próximas eleições.

    Mais:

    'Humilhação' de premiê nos EUA gera revolta no Paquistão e temor por sanções econômicas
    Recado para Índia? China ajuda programa de mísseis do Paquistão com sistema avançado
    Rússia volta os olhos para Índia-Paquistão
    Paquistão frustra tentativa de recolocar país em lista de financiadores do terrorismo
    Tensão: Índia nega resposta militar ao Paquistão após ataque na Caxemira
    Tags:
    Shahid Khaqan Abbasi, Ahsan Iqbal, Paquistão
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik