21:50 21 Maio 2018
Ouvir Rádio
    Bombardeiro Su-24 decola a partir de aeródromo de Hmeymim na Síria

    Israel desvenda como evitou incidente trágico com avião militar russo na Síria

    © Sputnik / Dmitry Vinogradov
    Oriente Médio e África
    URL curta
    131413

    Há quase três anos que entre Israel e Rússia há uma linha de comunicação direta na Síria. O ex-ministro da Defesa israelense Moshe Yaalon contou como esta linha ajudou evitar uma tragédia no céu.

    A linha entre os militares dos dois países permite evitar colisões e outros incidentes perigosos durante as operações na Síria.

    Segundo o ex-ministro israelense, houve caso quando um piloto militar russo quase violou a fronteira de Israel perto das Colinas de Golã.

    "Se tivesse sido um avião sírio, teríamos o derrubado. Mas percebemos que era um caça russo e usamos a ‘linha direta' para nos comunicar com [a base russa na Síria de] Hmeymim e informar a Rússia que seu avião estava a ponto de entrar no nosso espaço aéreo", contou Yaalon.

    O político assegurou que o problema foi resolvido "imediatamente" e sublinhou que a linha de comunicação entre Israel e a Rússia permite "evitar mal entendidos e salvar vidas".

    Um ano antes disso, em setembro de 2014, militares israelenses derrubaram sob condições semelhantes um bombardeiro sírio Su-24 que entrou no espaço aéreo de Israel.

    A linha direta entre o centro de comando Kirya em Tel Aviv e a base russa em Hmeymim começou a funcionar no outono de 2015, logo após as forças russas terem sido deslocadas na Síria.

    Mais:

    Equipe de Trump contratou empresa israelense para 'trabalho sujo' de inteligência
    Netanyahu se encontrará com Putin no dia 9 de maio
    Tags:
    incidente aéreo, Hmeymim, Síria, Rússia, Israel
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik