03:41 02 Dezembro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    5110
    Nos siga no

    O Irã está determinado a rejeitar as exigências do presidente dos EUA, Donald Trump, de mudanças em seu acordo nuclear, o que equivale a uma intimidação, disse uma importante autoridade de segurança iraniana neste sábado.

    Trump disse que, a menos que aliados europeus retifiquem "falhas" no acordo nuclear de Teerã com as potências mundiais até o dia 12 de maio, ele se recusará a estender a ajuda às sanções dos EUA para o Irã.

    "Este é um acordo internacional […] e certamente temos a capacidade de derrotar sua ameaça", disse Ali Shamkhani, secretário do Conselho Supremo de Segurança Nacional do Irã, em declarações transmitidas pela televisão estatal.

    "Você está dizendo que não aceita algo que foi criado sob o último presidente e deve ser mudado", afirmou Shamkhani, dirigindo-se a Trump.

    "Quem, então, garante que se algo for feito com você, o próximo presidente não virá e se recusará a aceitá-lo?", completou.

    Além de não aceitar alterações no documento, Teerã adiantou que poderá retomar o seu programa nuclear caso o atual acordo seja rompido pelos EUA.

    Mais:

    Irã se diz preparado para fim do acordo nuclear com os EUA
    Arábia Saudita 'espera que Israel faça o trabalho por eles e lute contra Irã'
    Ex-embaixador dos EUA explica por que acusações de Netanyahu contra Irã vieram à tona
    Tags:
    armas nucleares, sanções, ameaça, diplomacia, acordo nuclear, JCPOA, Donald Trump, Ali Shamkhani, Estados Unidos, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar