14:07 23 Maio 2018
Ouvir Rádio
    Javad Zarif durante uma coletiva de imprensa em Lausanne

    Irã diz que não aceita renegociar acordo nuclear

    © AFP 2018 / FABRICE COFFRINI
    Oriente Médio e África
    URL curta
    1100

    O ministro das Relações Exteriores do Irã, Mohammad Javad Zarif, declarou nesta quinta-feira (3) que não vai renegociar o Plano de Ação Conjunto Global (JCPOA) de 2015 com as grandes potências.

    A declaração surge no contexto em que o presidente dos EUA, Donald Trump, estabeleceu um prazo para que os países europeus "consertem" o acordo nuclear feito com o Irã.

    "O Irã não renegociará o que foi acordado anos atrás e foi implementado. Também rejeitaremos qualquer ratificação", disse Mohammad Javad Zarif em mensagem postada no YouTube.

    O chanceler iraniano disse que os Estados Unidos "violaram consistentemente o acordo nuclear, particularmente por intimidar outros a impedir que empresas voltassem ao Irã".

    O Plano de Ação Conjunto Global (JCPOA) é resultado de uma discussão finalizada em julho de 2015 entre o Irã e chamado grupo do P5+1, formado por Rússia, China, França, Reino Unido, EUA e Alemanha. Ele garante a natureza pacífica do programa nuclear iraniano em troca do cancelamento das sanções que foram impostas ao país.

    Espera-se que em 12 de maio os EUA anunciem se vão ou não estender as sanções norte-americanas contra o Irã.

    Mais:

    Defesa de Israel: Irã congela programa nuclear para tirar proveito máximo
    Conflito entre Israel e Irã pode causar 'pior guerra jamais vista no Oriente Médio'
    Tribunal dos EUA ordena que Irã indenize famílias de vítimas do 11 de setembro
    Capacidade nuclear do Irã era mais avançada do que Teerã admitiu, diz Casa Branca
    Tags:
    acordo, Plano Abrangente de Ação Conjunta, programa nuclear, Mohammad Javad Zarif, EUA, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik