23:15 17 Agosto 2018
Ouvir Rádio
    Presidentes do Irã e da Rússia Hassan Rouhani e Vladimir Putin

    Putin: acordo nuclear com Irã deve ser respeitado por todas as partes

    © AFP 2018 / ALEXEY NIKOLSKY / RIA NOVOSTI / AFP
    Oriente Médio e África
    URL curta
    11121

    O presidente da Rússia, Vladimir Putin, realizou uma conversa telefônica com o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, durante qual ele reiterou a posição de Moscou: o acordo nuclear com o Irã deve ser respeitado por todas as partes.

    "Vladimir Putin confirmou a posição da Rússia e apontou que o Plano de Ação Conjunta Integral possui importância de primeira ordem para a estabilidade e a segurança no mundo e deve ser rigorosamente respeitado por todas as partes envolvidas", afirma o comunicado do Kremlin.

    A administração do presidente russo acrescentou que a conversa telefônica foi realizada por iniciativa das autoridades israelenses e que as partes trocaram opiniões sobre a situação no Oriente Médio, inclusive na Síria.

    O Irã e o Grupo 5 + 1 (China, EUA, França, Reino Unido, Rússia e Alemanha), em conjunto com a União Europeia, assinaram o JCPOA em julho de 2015. O acordo estabelece limitações sobre o programa nuclear do Irã em troca de suspensão das sanções internacionais contra o país.

    Em outubro de 2017, Trump recusou-se a certificar que Teerã cumpre a sua parte do acordo nuclear, mesmo apesar da confirmação da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), e ameaçou se retirar do acordo.

    Em janeiro deste ano de 2018, os Estados Unidos, o Reino Unido, a França e a Alemanha estabeleceram um grupo de trabalho para preparar um anexo ao acordo nuclear.

    Mais:

    Israel acusa Irã de desenvolver armas nucleares apesar do acordo com potências globais
    Trump diz que não descarta negociar novo acordo com Irã
    Netanyahu promete anúncio 'dramático' sobre Irã
    'Se acabou o tempo de nos atacar e de fugir', diz líder supremo do Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik