15:59 21 Maio 2018
Ouvir Rádio
    Manifestante palestino na fronteira entre Gaza e Israel (foto de arquivo)

    Autoridade Palestina critica Hamas por protestos em Gaza e recebe elogio de Israel

    © AFP 2018 / Sais Khatib
    Oriente Médio e África
    URL curta
    727

    O juiz supremo da sharia para a Autoridade Palestina criticou o Hamas por mandar crianças para os protestos na fronteira em Gaza, depois que um garoto palestino de 15 anos morreu de ferimentos na sexta-feira.

    Mahmoud al-Habash criticou a liderança do Hamas por enviar crianças para a zona de protesto, onde balas de atiradores israelenses mataram dezenas de pessoas, incluindo idosos, crianças e jornalistas.

    "As Marchas do Retorno jogam com a vida de crianças e mulheres, que não servem à Palestina", disse ele, segundo o Jerusalem Post.

    Segundo al-Habash, "as crianças estão sendo sentenciadas à morte diante de soldados de ocupação, isso não serve à Palestina".

    Relatando falar na presença do presidente palestino, Mahmoud Abbas, o conselheiro observou que "a liderança em Gaza está se divertindo, quando o que se pretende fazer é visitar tendas montadas por aqueles que choram e funerais. Eles jogam na vida de os jovens, quando eles têm muitas agendas e desejam se reavivar com o sangue do nosso povo ".

    As palavras de al-Habash foram recebidas com elogios de Israel e críticas ferozes do Hamas.

    O porta-voz do Hamas Sami Abu Zuhri reagiu aos comentários de al-Habash, tuitando: "estas declarações revelam que a AP é contra toda resistência, pacífica e não pacífica [aqueles que dizem tais coisas] devem saber que Gaza não viverá sob as botas da Ocupação israelense como os outros. "

    O porta-voz da mídia árabe israelense, Benjamin Netanyahu, Ofir Gendelman elogiou al-Habash nas mídias sociais, alegando que a autoridade palestina está "dizendo as coisas como elas são".

    Mais:

    Ataques aéreos de Israel atingem 'Marinha do Hamas' em Gaza, diz Exército
    Israel lança ataque contra alvo de Hamas na Faixa de Gaza
    Ministro israelense: ONU se transforma em 'chancelaria do Hamas'
    Dos 15 mortos por Israel em Gaza, 5 eram da ala militar do Hamas
    Tags:
    Gaza, Palestina
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik