08:37 16 Agosto 2018
Ouvir Rádio
    Policiais afegãos perto do local do atentado em Cabul, Afeganistão

    Explosões perto de centros de recenseamento eleitoral deixam 38 mortos no Afeganistão

    © REUTERS / Mohammad Ismail
    Oriente Médio e África
    URL curta
    1 0 0

    57 pessoas foram mortas e 100 ficaram feridas na sequência de uma explosão perto de um centro de recenseamento eleitoral no oeste de Cabul. A segunda explosão ocorreu na província de Baglan, no noroeste do país, e deixou sete mortos e 10 feridos.

    A primeira explosão ocorreu às 10h00 na hora local (2h30, horário de Brasília) no bairro de Dasht-E-Barchi.

    O chefe da polícia de Cabul, Mohammad Daoud Amin, disse que um homem-bomba detonou um explosivo perto da entrada do centro.

    A segunda explosão ocorreu na província afegã de Baglan e causou pelo menos sete mortos e 10 feridos, informou a agência Khaama Press com referência às forças de segurança.

    Desde que o Afeganistão começou a preparação das eleições parlamentares e regionais do próximo outubro, os centros de recenseamento se tornaram alvo de ataques de vários grupos armados.

    Segundo o canal de televisão 1TVNews, nenhuma organização assumiu ainda a responsabilidade pelo atentado. 

    O movimento radical Talibã, proibido na Rússia e em outros países, rejeitou anteriormente a proposta de se integrar no processo político e proibiu os afegãos de participarem das próximas eleições.

    Segundo os dados da Missão de Assistência das Nações Unidas no Afeganistão (UNAMA, na sigla em inglês), vários grupos antigovernamentais mataram mais de 500 civis e feriram quase mil nos primeiros três meses deste ano.

    Mais:

    Mais de 20 pessoas morreram durante explosão em Cabul, no Afeganistão
    Forças afegãs terminam cerco após ataques suicidas em Cabul
    Tags:
    feridos, atentados, homem-bomba, mortes, ataque, Talibã, Afeganistão
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik