23:10 18 Agosto 2018
Ouvir Rádio
    Laboratório químico de militantes na cidade síria de Douma

    Inspetores de armas químicas da OPAQ chegam ao local de suposto ataque na Síria

    © Sputnik / Mikhail Voskresensky
    Oriente Médio e África
    URL curta
    790

    A missão da Organização para a Proibição de Armas Químicas (OPAQ) está se dirigindo em Douma, informou neste sábado a porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Maria Zakharova.

    "De acordo com as informações fornecidas no sábado pela manhã, a missão especial da OPAQ que investiga o uso de armas químicas partiu para a Duma no suposto local de ataque químico", diz a declaração de Zakharova.

    A porta-voz notou que a partida ocorreu apenas 11 dias depois que a secretaria técnica da OPAQ recebeu o pedido de Damasco.

    "Tais atrasos em tal caso de ressonância, independentemente dos motivos são inaceitáveis, uma vez que a segurança do pessoal da OPAQ foi garantida não só pelo lado sírio, mas também pelo comando do contingente militar russo", disse Zakharova.

    A porta-voz salientou que Moscou esperava dos inspetores uma investigação imparcial e observou que as tentativas da OPAQ de visitar menos lugares ligados a ataques químicos e questionar menos testemunhas oculares levantam sérias preocupações.

    "Isso demonstra a relutância em lançar luz sobre mais uma provocação inventada com o uso de [gases] tóxicos, que serviram como motivo para o ataque com mísseis dos três países ocidentais membros do Conselho de Segurança da ONU", concluiu a porta-voz.

    Tags:
    Organização para a Proibição de Armas Químicas (OPAQ), Conselho de Segurança da ONU, Maria Zakharova, Douma, Síria, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik