10:59 18 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Paraquedistas do exército francês patrulham a área perto da Torre Eiffel em Paris

    Ataque na Síria foi realizado à noite para evitar vítimas civis, diz Exército francês

    © REUTERS / PHILIPPE WOJAZER
    Oriente Médio e África
    URL curta
    EUA e aliados efetuam ataque de mísseis contra Síria (90)
    621

    A operação militar da França em conjunto com o Reino Unido e dos Estados Unidos na Síria foi realizada durante a madrugada para evitar baixas entre os civis, disse neste sábado (14) François Lecointre, chefe do corpo de defesa do Exército francês.

    Na noite da sexta-feira (13), os três aliados ocidentais dispararam mais de 100 mísseis contra instalações síria que, segundo eles, estão relacionadas ao programa de armas químicas do governo local. 

    Já uma fonte das forças de segurança da Síria disse que 6 pessoas sofreram ferimentos no ataque, o Estado-Maior sírio disse que três pessoas ficaram feridas nos ataques.

    "A operação foi realizada sem causar danos adicionais. Foi realizada durante a noite, a fim de evitar a presença de civis nas proximidades", disse Lecointre durante uma coletiva de imprensa neste sábado (14).

    O ataque dos estados ocidentais à Síria ocorreu logo após o suposto ataque com armas químicas contra civis na cidade de Duma. Os aliados atribuem a culpa do ataque a Damasco, enquanto a liderança síria negou qualquer envolvimento no uso de armas químicas.

    Tema:
    EUA e aliados efetuam ataque de mísseis contra Síria (90)

    Mais:

    Missão da OPAQ já está na Síria para apurar suposto ataque químico em Douma
    Pentágono não tem confirmação de vítimas civis em ataque à Síria
    Embaixador russo na ONU: Síria foi alvo de um 'ato de agressão'
    Ataque à Síria: Reino Unido agiu de acordo com a lei internacional, diz governo britânico
    Pentágono: EUA dispararam 105 mísseis contra a Síria; 76 em área de pesquisa de Damasco
    Tags:
    Guerra da Síria, Exército da França, François Lecointre, Damasco, Síria, Reino Unido, EUA, França
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik