14:28 26 Maio 2018
Ouvir Rádio
    Criança correndo pela rua em Douma

    Washington tenta 'encobrir seus rastos' através de ataques contra Síria, diz senador russo

    © AFP 2018 / Hasan Mohamed
    Oriente Médio e África
    URL curta
    EUA e aliados efetuam ataque de mísseis contra Síria (90)
    7131

    A decisão dos EUA de realizar ações militares contra a Síria na véspera do início da investigação da (OPAQ) sobre o suposto ataque químico na cidade síria de Douma prova que Washingtom está tentando "encobrir seus rastos", disse o vice-chefe da Comissão de Assuntos Internacionais do Senado russo, Vladimir Dzhabarov.

    "É chocante que isso [decisão de ataque aéreo conjunto conduzido por norte-americanos, britânicos e franceses na Síria] seja feito na véspera do início da missão dos especialistas da OPAQ [organização para a Proibição de Armas Químicas ]. Isso significa que Washington compreende que os especialistas confirmarão que não teve lugar um ataque químico. Deste modo, destruindo algumas instalações os EUA vão declarar que nessas instalações foram utilizadas armas químicas, mas que devido ao ataque aéreo os especialistas não conseguiram encontrar nenhumas provas", explicou o senador.

    Segundo Dzhabarov, a Rússia vai solicitar a convocação urgente do Conselho de Segurança da ONU para discutir os ataques dos países ocidentais contra a Síria.

    Na noite de sexta-feira (13) os Estados Unidos, Reino Unido e França realizaram ataques contra a Síria em resposta ao suposto ataque químico no subúrbio de Damasco de Douma, em Ghouta Oriental. Os países ocidentais culpam Damasco pelo incidente sem terem apresentado provas.

    O ataque foi realizado na véspera de uma investigação internacional na cidade afetada.

    Tema:
    EUA e aliados efetuam ataque de mísseis contra Síria (90)

    Mais:

    Síria evacuou instalações militares antes do ataque após aviso da Rússia
    Theresa May confirma que Reino Unido realizou ataques aéreos na Síria
    Tags:
    ataque aéreo, Washington, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik