00:40 19 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Patrulha dos EUA na Síria

    Casa Branca: EUA não atacam Síria, mas consideram todas as opções

    © AP Photo/ Sem credenciais
    Oriente Médio e África
    URL curta
    17119

    EUA ainda não iniciaram ataques contra Síria, mas Washington está considerando todas as opções.

    "Estamos monitorando a situação atual. Todas as opções estão sendo consideradas", afirmou a porta-voz da Casa Branca, Sarah Sanders, referindo-se ao suposto ataque químico realizado contra civis na cidade síria de Douma, do qual Washington acusa Damasco.

    Além disso, ela destacou que o suposto ataque químico "concorda" com anteriores usos de armas químicas pelo governo sírio, adicionando que Rússia e Irã também são responsáveis do mesmo por apoiarem Damasco.

    Previamente o presidente dos EUA, Donald Trump, prometeu uma possível resposta nas próximas horas sobre o ataque químico na Síria, e disse que "todos pagarão um preço".

    Em 7 de abril, fontes de notícias da oposição informaram que forças do governo supostamente usaram cloro em um ataque em Douma, matando aproximadamente 70 pessoas. Autoridades sírias alegaram que terroristas e Capacetes Brancos encenaram o ataque para influenciar a opinião pública.

    Mais:

    'Tensão na Síria pode levar à confrontação de atores internacionais', diz De Mistura
    Trump diz que tomará uma decisão sobre a Síria nas próximas 24 horas
    Síria declara que se reserva o direito de defender o país por qualquer meio
    Usando ataque químico na Síria, 'Ocidente pretende minar relações russo-turcas'
    Ataque de Israel foi reação ao sucesso da Síria no combate ao terrorismo, diz Damasco
    Tags:
    medidas de resposta, ataque químico, Casa Branca, Sarah Sanders, Donald Trump, Síria, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik