08:32 21 Abril 2018
Ouvir Rádio
    Combatentes do al-Shabaab, em Mogadíscio, Somália (arquivo)

    Autoridades são mortas por terroristas na Somália

    © AFP 2018 / Mohamed Abdiwahab
    Oriente Médio e África
    URL curta
    110

    Militantes do grupo Al-Shabaab, ligado à Al-Qaeda, assassinaram dois funcionários de uma administração distrital em Mogadíscio, capital da Somália, neste final de semana.

    De acordo com a agência Xinhua, as duas vítimas, Hassan Indha-Dhuh e Mohamud Moallim Hassan Fagase, trabalhavam no distrito de Hamar Weyne. Eles foram mortos em um ataque na noite do último sábado. Hoje, os terroristas do Al-Shabaab assumiram a responsabilidade pelo ato, confirmado pela polícia. 

    O pôr-do-sol em 11 de agosto de 2015 em Mogadíscio, capital da Somália
    © AFP 2018 / ABDIWAHAB MOHAMED

    Neste domingo, segundo a Associated Press, os extremistas realizaram um ataque a bomba no sul da Somália, na cidade agrícola de Bulo-Marer, contra uma base da União Africana, matando quatro soldados ugandenses e deixando outros quatro feridos.

    Em declarações à AP, o brigadeiro Richard Karemire, do Exército de Uganda, afirmou que a ofensiva foi prontamente abafada pelos militares, que conseguiram eliminar ao menos 22 dos quase 100 terroristas que participaram do ataque. 

    Mais:

    Explosões e tiroteio matam 3 pessoas na capital da Somália
    EUA realizam ataque aéreo contra Al-Shabaab na Somália, 3 terroristas mortos
    Ataque de drone dos EUA mata 13 na Somália
    Aumenta a contagem de mortos causados pelo '11 de setembro' da Somália
    Tags:
    ataque, terroristas, Al-Shabaab, Uganda, Mogadíscio, Somália
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik