07:10 28 Maio 2018
Ouvir Rádio
    Um combatente norte-americano, que está lutando ao lado das Forças Democráticas da Síria, segura bandeira do seu país

    Príncipe saudita crê que presença militar dos EUA na Síria é necessária

    © REUTERS / Rodi Said
    Oriente Médio e África
    URL curta
    8114

    O príncipe herdeiro e ministro da Defesa da Arábia Saudita, Mohammad bin Salman, declarou que a presença militar norte-americana na Síria é necessária, informa a revista Time.

    "Consideramos que as tropas norte-americanas devem ficar em uma perspectiva de médio prazo no mínimo, ou mesmo de longo prazo", disse Mohammad bin Salman. Segundo ele, a retirada das forças militares dos EUA do país significaria a perda de um ponto de controle muito importante na Síria.

    "Este corredor poderia fazer muito pela região", declarou o príncipe em entrevista.

    Conforme nota a edição, atualmente na Síria servem cerca de 2 mil militares norte-americanos.

    Antes, o presidente dos EUA, Donald Trump, discursando em Ohio, ressaltou mais uma vez que os EUA vão sair da Síria "muito em breve" e "os outros que cuidem disso" (da Síria). Tais declarações foram feitas ainda no decorrer da campanha eleitoral dele, contudo os militares dos EUA continuam na Síria sem autorização de Damasco oficial.

    Mais:

    Príncipe saudita: Ocidente encorajou Riad a investir no wahhabismo a fim de conter URSS
    Chanceler do Irã detona príncipe por crimes no Iêmen e papel de Riad no 11 de Setembro
    Os EUA devem manter o apoio aos sauditas no Iêmen, diz Mattis
    Tags:
    tropas, presença militar, militares, Mohammed bin Salman, Síria, EUA, Arábia Saudita
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik