12:27 23 Abril 2018
Ouvir Rádio
    Donald Trump em março de 2018.

    Mídia: Trump congelou fundos destinados à restauração da Síria

    © AP Photo / Andrew Harnik
    Oriente Médio e África
    URL curta
    9210

    O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, teria suspendido a verba de 200 milhões de dólares para a restauração da Síria. A informação foi divulgada Wall Street Journal, citando fontes oficiais dos EUA.

    Na última quinta-feira, Trump disse mais uma vez que os EUA deixarão a Síria "muito em breve" e "deixarão os outros se preocuparem com isso". O Departamento de Estado dos EUA, por sua vez, disse que não tem informações sobre os planos de Trump para uma "saída da Síria".

    Segundo fontes, a Casa Branca ordenou que o Departamento de Estado suspendesse a alocação dos fundos para a restauração do país árabe.

    Foi relatado que a decisão foi tomada depois que o presidente dos EUA leu um relatório no qual havia a informação de que os EUA haviam recentemente se comprometido a pagar 200 milhões adicionais para apoiar os esforços de reconstrução da Síria.

    De acordo com a publicação, o ex-secretário de Estado, Rex Tillerson, prometeu pagar esse valor durante uma reunião da coalizão internacional contra o terrorismo, realizada em fevereiro no Kuwait.

    Mais:

    Fora 'forças ocupantes': Síria pretende dar resposta a EUA e Turquia
    Rússia impediu confrontos com coalizão na Síria, diz secretário de Defesa dos EUA
    Especialista: ações dos EUA na Síria são uma agressão armada
    Helicópteros da coalizão dos EUA teriam evacuado chefes do Daesh na Síria
    Tags:
    terrorismo, coalizão internacional, coalizão, reconstrução, Donald Trump, Síria, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik