11:35 11 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    342
    Nos siga no

    Os militares israelenses reconheceram terem ativado por engano as sirenes de alarme de ameaça aérea na fronteira com a Faixa de Gaza e terem utilizado as baterias do sistema de defesa antimíssil Cúpula de Ferro.

    De acordo com o comunicado da imprensa do exército israelense, não foram registrados ataques com foguetes por parte dos palestinos. 

    "Não houve ataques contra Israel […] O alarme foi ativado pelas baterias da Cúpula de Ferro, que reagiram ao fogo de pequeno porte", comunicaram os militares.

    A TV local mostrou várias gravações amadoras que captaram lançamentos múltiplos de mísseis interceptores na área da cidade de Ascalão, onde durante a noite os sistemas de alerta foram ativados, advertindo as pessoas sobre a necessidade de se esconderem em abrigos.

    ​Segundo a mídia, os disparos de metralhadora que teriam ativado os sistemas de defesa antimísseis israelenses foi resultado das manobras de grande escala realizadas neste domingo (25) na Faixa de Gaza pelos combatentes do movimento Hamas.  

    Mais:

    Cerca de 25 mil protestam em Israel contra a deportação de imigrantes africanos
    Polícia de Israel usará drones com gás lacrimogênio para dispersar manifestações
    Analista: Israel está mentindo sobre ataque contra reator sírio
    Tags:
    defesa antimísseis, Hamas, Faixa de Gaza, Israel
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar