17:13 19 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Recep Tayyip Erdogan, presidente da Turquia

    Presidente turco acusa Ocidente de agressão 'ao longo de toda a história'

    © REUTERS / Umit Bektas
    Oriente Médio e África
    URL curta
    Conflito em Afrin (30)
    14511

    O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, afirmou que Ancara “não deixará sem resposta os apelos” dos sírios e continuará a operação militar.

    De acordo com ele, os moradores das regiões fronteiriças da Síria conhecem a tática e os objetivos de todos os lados envolvidos no conflito.

    "É por isso que a população das áreas [fronteiriças] sírias apoiam a chegada da Turquia, cuja política é associada na consciência das pessoas às noções de segurança, tranquilidade e ordem", afirmou o presidente, citado pela edição Anadolu. 

    Erdogan acrescentou que as intenções de Ancara de continuar a operação na Síria não podem ser consideradas como "agressivas".

    "É o Ocidente que ao longo de toda a história tem se demonstrado como invasor e agressor", assinalou o líder turco durante um discurso na província de Samsun.

    Anteriormente, a mídia comunicou que a Turquia estabeleceu o controle total sobre a área de Afrin, citando o Estado-Maior turco. 

    Em 20 de janeiro, Ancara, ao lado das forças do Exército Livre da Síria, lançou a operação Ramo de Oliveira em Afrin com o objetivo de "limpar" a fronteira sírio-turca da "ameaça terrorista", atacando as formações curdas. Damasco tem qualificado a operação como uma violação da soberania da Síria.

    Tema:
    Conflito em Afrin (30)

    Mais:

    EUA oferecerão para Turquia opção ao sistema russo de defesa antiaérea S-400
    Erdogan diz que Turquia pode atacar todas as cidades curdas na Síria e no Iraque
    Substância radioativa de US$ 70 milhões leva quarteto para cadeia na Turquia
    Tags:
    agressão, Recep Tayyip Erdogan, EUA, Síria, Turquia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik