01:00 23 Julho 2018
Ouvir Rádio
    Fumaça em Ghouta Oriental, Síria (foto de arquivo)

    Com mediação russa, na Síria é aberto outro posto para retirada de radicais

    © REUTERS / Bassam Khabieh
    Oriente Médio e África
    URL curta
    4132

    O Ministério da Defesa russo comunicou sobre a abertura de mais um posto para a retirada de combatentes radicais e membros de suas famílias do povoado de Arbil, situado em Ghouta Oriental.

    "No dia 24 de março, como resultado dos acordos firmados entre o Centro Russo de Reconciliação e líderes dos grupos armados ilegais, foi aberto outro posto para a retirada de combatentes radicais e seus familiares do povoado de Arbil, em Ghouta Oriental", se lê no comunicado divulgado pelo ministério russo.

    Anteriormente, o Ministério da Defesa russo comunicou que um total de 4.979 radicais e membros de suas famílias, retirados do povoado de Harasta (Ghouta Oriental), foram transportados para a província de Idlib.

    A segurança da retirada foi garantida pela polícia síria sob controle do Centro Russo de Reconciliação, bem como por representantes do Movimento Internacional da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho.

    Segundo as informações do centro russo, mais de 100 mil pessoas abandonaram Ghouta Oriental após o início das pausas humanitárias.

    Por ordem do presidente russo, Vladimir Putin, e com o objetivo de evitar vítimas entre a população civil, desde 27 de fevereiro na área de Ghouta Oriental foi introduzida uma pausa humanitária diária, além de terem sido abertos vários corredores humanitários. 

    Mais:

    Rússia nega ataques contra áreas residenciais de Ghouta Oriental
    Militares russos ajudam civis sírios a saírem de Ghouta Oriental (VÍDEO)
    Presidente sírio visita soldados na 'linha de fogo' em Ghouta Oriental (FOTOS, VÍDEO)
    Tags:
    combatentes, retirada, Ghouta Oriental, Síria, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik