08:22 23 Abril 2018
Ouvir Rádio
    Armas químicas

    Embaixador: acusações contra Damasco sobre armas químicas visam frustrar avanço na Síria

    © Sputnik / Ilia Pitalev
    Oriente Médio e África
    URL curta
    371

    As acusações feitas pelos países ocidentais contra Damasco sobre o suposto uso de armas químicas têm por objetivo impedir o avanço da operação de combate ao terrorismo na Síria, declarou o embaixador da Síria em Moscou, Riad Haddad.

    "Quando estávamos chegando ao final das ações contra os grupos radicais, foi lançada uma segunda etapa da agressão dos EUA e de seus satélites que, sob pretextos inventados, afirmaram que o nosso governo usa armas químicas", declarou o diplomata.

    Na opinião de Haddad, as acusações têm por objetivo "frustrar os sucessos que se conseguem com a ajuda da Força Aeroespacial da Rússia para liberar o nosso território" do terrorismo.

    O embaixador destacou que as forças sírias "arrancarão" a vitória.

    As autoridades sírias foram várias vezes acusadas de usar armas químicas contra civis no conflito que começou em 2011. No entanto, não foram apresentadas quaisquer provas substanciais.

    Mais:

    Norte-americanos iniciaram 'seriado' com armas químicas na Síria em 2013, diz analista
    Exército sírio encontra oficina de produção de armas químicas em Ghouta Oriental
    Síria não pode usar armas químicas porque não as possui, diz enviado sírio à ONU
    Tags:
    armas químicas, Força Aeroespacial da Rússia, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik