02:27 21 Abril 2018
Ouvir Rádio
    Fumaça causada por explosão na cidade síria de Afrin durante operação turca Ramo de Oliveira

    11 mortos após ataque aéreo Turco a hospital em Afrin

    © AP Photo / Can Erok/DHA-Depo Photos
    Oriente Médio e África
    URL curta
    515

    Onze pessoas foram mortas e dezenas mais feridas em um ataque turco em um hospital da cidade curda de Afrin, na Síria, disse um funcionário médico à Sputnik nesta sexta-feira (16).

    "Um ataque aéreo no hospital Afrin matou cerca de 11 pessoas e feriu dezenas mais. O hospital foi gravemente danificado", disse o funcionário.

    As autoridades curdas sírias disseram à Sputnik mais cedo que 30 civis perderam suas vidas em Afrin e centenas foram feridas depois que aviões e artilharias turcas abriram fogo sobre a cidade.

    Em 20 de janeiro, a Turquia lançou a operação Ramo de Oliveira, uma ação transfronteiriça massiva, visando "limpar" a cidade síria de Afrin das Unidades de Proteção Popular curdas (YPG), que Ancara considera como um grupo terrorista e uma extensão do proibido Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) turco.

    O presidente da Síria, Bashar Assad, tem condenado repetidamente a operação turca contra Afrin. Ele enfatiza que a cidade se trata de uma parte inalienável do território sírio, e critica as ações do exército da Turquia.

    Mais:

    Ancara: Turquia e EUA criarão 'zona de segurança' ao redor de Manbij, na Síria
    Turquia espera 'invasão russa' do bem: Milhões de turistas após normalização das relações
    Chanceler: relações entre Turquia e EUA estão em ponto de ruptura
    'OTAN protege Turquia das ameaças de mísseis da Síria'
    Tags:
    Guerra da Síria, Recep Tayyip Erdogan, Bashar Assad, Turquia, Síria, Afrin
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik