17:08 19 Junho 2018
Ouvir Rádio
    Fumaça em Ghouta Oriental (foto de arquivo)

    Militantes atacam coluna humanitária enquanto sai de Ghouta Oriental

    © REUTERS / Bassam Khabieh
    Oriente Médio e África
    URL curta
    6215

    Os militantes atiraram contra uma coluna humanitária, na qual 300 famílias estavam se aproximando da saída do sul de Ghouta Oriental se dirigindo ao povoado de Al-Malihah, comunicou a jornalistas o representante do Centro para a Reconciliação na Síria russo, major-general Vladimir Zolotukhin.

    De acordo com ele, a coluna foi atacada a um quilômetro da saída, onde familiares estavam esperando os residentes de Ghouta Oriental a caminho de Al-Malihah. Três carros arderam, enquanto as informações sobre vítimas ainda estão sendo averiguadas.

    Mais tarde, o fogo de morteiro dos militantes foi dirigido contra a própria saída, onde estavam os familiares dos refugiados, bem como vários repórteres de canais de TV russos e ocidentais, inclusive um correspondente da Sputnik. Felizmente, todos conseguiram se retirar com sucesso e não houve vítimas.

    A situação em Ghouta Oriental se agudizou ao longo das últimas semanas. O Conselho de Segurança da ONU aprovou a resolução 2401, que exige que todas as partes parem os confrontos e garantam uma pausa humanitária ao longo de 30 dias por toda a Síria, porém, os militantes continuam os ataques nos arredores da capital.

    Mais:

    Exército sírio abre corredor humanitário para militantes em Ghouta Oriental
    ONU adota projeto britânico da resolução sobre Ghouta Oriental, negando emendas russas
    Militantes de Ghouta Oriental prometem libertar civis em troca de ajuda humanitária
    Tags:
    corredor humanitário, ONU, Síria, Damasco, Ghouta Oriental
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik