16:54 20 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Soldado norte-americano da Equipe de Combate da 4ª Brigada da 101ª Divisão Aerotransportada mantém a segurança durante treinamento de combate na Base Operacional Avançada Lightning, na província de Paktia, Afeganistão, 3 de outubro de 2013

    Imagens fortes: exército dos EUA sofre as maiores perdas em 25 anos na África (VÍDEO)

    © flickr.com/ U.S. Department of Defense Current Photos
    Oriente Médio e África
    URL curta
    20216

    Uma gravação que acaba de aparecer na rede mostra um suposto ataque do Estado Islâmico, grupo terrorista proscrito na Rússia e em outros países, contra uma patrulha conjunta nigerina e norte-americana no Níger. O vídeo foi transmitido no canal Telegram Directorate 4, que informa sobre conflitos militares.

    O ataque aconteceu em outubro do ano passado, quando 11 militares dos EUA e 30 do Níger patrulhavam as regiões de Tillabéri e Tahoua, no sudoeste do país, na fronteira com o Mali. O comboio foi atacado pelos jihadistas depois de uma emboscada, relata a CBS.

    O vídeo, supostamente gravado com a câmera de um militar norte-americano, mostra os militares se escondendo atrás de um veículo SUV e respondendo aos terroristas com tiros. Eles também usaram várias granadas de fumaça. Entretanto, um dos membros das forças especiais dos EUA foi gravemente ferido, enquanto dois morreram quando tentavam escapar dos terroristas.

    No total, os terroristas mataram 4 militares norte-americanos, 4 do Níger e um intérprete. Segundo o Directorate 4, essas perdas dos EUA foram as maiores na África desde 1993, quando dois helicópteros Sikorsky Black Hawk foram derrubados durante um conflito armado na Somália.

     

    Até o momento, a Sputnik não conseguiu verificar a autenticidade do vídeo.

     

    Mais:

    Grupo terrorista assume responsabilidade por ataque a avião SU-25 russo
    'Bofetada no Ocidente': chancelaria iraniana diz ter provas da cooperação de EUA com Daesh
    Opinião: EUA duvidam da morte do líder do Daesh para justificar ações militares
    Tags:
    militares, feridos, terroristas, mortes, ataque, Estado Islâmico, Níger, África, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik