21:07 19 Junho 2018
Ouvir Rádio
    Combatente árabe com Forças Democráticas Sírias apoiadas pelos EUA olhando no binóculo em Raqqa, noroeste da Síria

    Chancelaria: Moscou impedirá vigorosamente tentativas de minar processo de paz na Síria

    © AP Photo/ Hussein Malla
    Oriente Médio e África
    URL curta
    2112

    O Ministério do Exterior da Rússia considera como fundamentalmente importante que o Conselho de Segurança da ONU, ao aprovar a resolução sobre o cessar-fogo de 30 dias na Síria, tenha conseguido evitar o esquema de trégua irrealista promovido pelos países ocidentais, diz o respectivo comunicado publicado hoje (25).

    Ontem (24), o órgão internacional aprovou a resolução 2401, exigindo que todas as partes "parem imediatamente os confrontos" e mantenham a garantia de uma pausa humanitária duradoura por ao menos 30 dias em todo o território sírio para assegurar a entrega segura e sem obstáculos de ajuda humanitária e a realização de evacuação médica dos doentes e feridos graves.

    "É fundamentalmente importante que foi possível evitar a aprovação do projeto promovido pelos membros ocidentais do Conselho com um esquema diretivo, e por isso irrealista, de estabelecimento de cessar-fogo, pois agora o documento incita precisamente as partes do conflito para a cessação mais rápida possível das ações militares, cumprimento dos acordos anteriormente alcançados e negociações sobre a desescalada geral e estabelecimento de pausas humanitárias em todo o território do país. Claro que apenas um acordo assinado em Nova York, sem acordos concretos entre as partes beligerantes, não significa um cessar-fogo", diz o comentário.

    Entretanto, a chancelaria frisou que iria monitorar escrupulosamente o cumprimento do respectivo documento.

    "Ao aceitar a aprovação da resolução do Conselho de Segurança da ONU, nós vamos impedir vigorosamente todas as tentativas para desencadear mais uma histeria antirrussa e antissíria e de minar o processo de regulação política que, na sequência do Congresso do Diálogo Nacional Sírio em Sochi, ganhou um novo fôlego", enfatizou o ministério.

    A chancelaria adiantou que a Rússia, como país garante do processo de Astana, "vai continuar trabalhando com todas as partes na Síria no interesse de uma resolução do conflito mais rápida possível e de uma trégua entre aqueles que o querem não apenas teoricamente, mas na prática, e da eliminação total da ameaça terrorista".

    Mais:

    O que a grande mídia não irá te dizer sobre Ghouta Oriental na Síria
    Lavrov: cessar-fogo na Síria não deve se relacionar com terroristas
    Helicópteros americanos estariam resgatando terroristas do Daesh de prisão síria (VÍDEO)
    Tags:
    negociações, trégua, cessar-fogo, resolução, Conselho de Segurança da ONU, Rússia, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik