08:16 16 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Uma mulher segura cartaz de protesto durante uma visita do primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, na sede da UE em Bruxelas, na segunda-feira, 11 de dezembro de 2017.

    Autoridades ligadas a primeiro-ministro israelense são presas em casos de corrupção

    © AP Photo / Geert Vanden Wijngaert
    Oriente Médio e África
    URL curta
    870

    Sete membros da cabala próximos de Netanyahu foram presos implicados no caso de corrupção que envolve o primeiro-ministro e seu círculo íntimo de amigos e funcionários.

    As prisões mais recentes atingiram suspeitos de facilitar permissões para o maior conglomerado de mídia do país, Bezeq, em troca de uma melhor cobertura sobre Netanyahu e sua esposa.

    O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu
    © AFP 2018 / SEBASTIAN SCHEINER
    Embora o caso não mencione Netanyahu como suspeito neste processo em específico, vários meios de comunicação relataram que ele será interrogado mais uma vez pelos investigadores, de acordo com o Los Angeles Times.

    Na última terça-feira (13), investigadores recomendaram ao procurador-geral israelense que o primeiro-ministro seja acusado de fraude, violação de confiança e suborno em dois casos investigados desde o ano passado. As duas ações adicionais acusam o primeiro-ministro israelense de usar sua influência e poder para oferecer benesses a amigos próximos.

    Em viagem à Alemanha, Netanyahu pareceu indiferente à evidência crescente que ameaça removê-lo do cargo, afirmando apenas que as investigações são uma "bolha inventada que irromperá".

    Tags:
    Los Angeles Times, Benjamin Netanyahu, Israel, Alemanha
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik