03:01 21 Julho 2018
Ouvir Rádio
    Exército sírio reforça suas posições na parte oriental de Ghouta (arquivo)

    Arábia Saudita acusa Damasco de usar armas químicas

    © Ruptly .
    Oriente Médio e África
    URL curta
    17011

    O Ministério das Relações Exteriores da Arábia Saudita acusou o governo sírio de ser responsável pelo uso de armas químicas em Ghouta Oriental na última semana.

    "O Reino da Arábia Saudita condena da forma mais decidida o ataque do regime de Assad contra Ghouta Oriental e o uso de armas químicas, que é uma violação flagrante do direito internacional", afirmou um porta-voz da chancelaria. 

    De acordo com a diplomacia saudita, as supostas hostilidades levadas a cabo por Damasco minam os atuais esforços internacionais para resolver o conflito sírio por vias políticas, "em conformidade com a conferência de Genebra 1 e a resolução 2254 da ONU". 

    Anteriormente, o secretário de Estado norte-americano, Rex Tillerson, já havia acusado o governo sírio de supostamente utilizar armas químicas em Ghouta Oriental no último dia 5, acusação que foi qualificada como infundada pela administração de Bashar Assad. 

    Mais:

    Rússia: EUA não quer investigar o uso de armas químicas na Síria
    Rússia diz que acusações dos EUA contra Síria sobre uso de armas químicas são infundadas
    Moscou: EUA deturpam posição da Rússia sobre o uso de armas químicas na Síria
    Tags:
    ONU, Rex Tillerson, Bashar Assad, Damasco, Arábia Saudita, Síria, Ghouta
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik